A AUDITORIA DE CONFIABILIDADE DOS SISTEMAS TEM DE PARTIR

DA CONSISTÊNCIA DO PROJETO COM A REALIDADE IMPLANTADA

(20/06/2013)

FUNDAMENTAL

Uma das principais preocupações do cliente com os contratos de fornecimento de equipamentos esistemas operativos, turn-key ou não, deve ser uma gestão sistemática da documentação gerada e entregue pelos fabricantes e fornecedores, no sentido de se obter as-builts plenamente satisfatórios e realistas, ou digamos, que representem plena e fielmente o que está sendo entregue, com todas as modificações e adaptações, previa e formalmente aprovadas pelo cliente, as quais eventualmente tenham sido necessárias para adequar o projeto à realidade local da Planta.  

 

NÃO PARA AÍ

A equipe do cliente, designada para esta função, (auditar e receber o que está sendo entregue) tem que ter uma visão antecipada do projeto em termos das dificuldades operativas e de manutenção. Por esta razão, as inspeções e análises de consistência devem ser metódicas e rigorosas com o acompanhamento de membros das equipes que irão acolher no dia-a-dia os sitemas e equipamentos e não somente o pessoal da engenharia que selecionou, contratou e acompanhou o fornecimento e a implantação.